» Fundação Municipal de Cultura
Gestor: João Orlando Cruvinel de Lima
Endereço: Rua São Sebastião, 511 - Centro - CEP: 75901-320
Telefone(s): (64) 3620-2071
E-mail: fmc@rioverdegoias.com.br
Horário de Expediente: Segunda à Sexta - feira das 08h às 11h - 13h às 17h

FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA

A Fundação Municipal de Cultura de Rio Verde-GO, situada no Sobrado “Major Frederico Gonzaga Jayme”, n.º 511 –  Setor Central – nesta cidade,  é órgão da administração indireta, sem fins lucrativos, criada pela Lei nº 2.936, de 22 de junho de 1993, alterada pela Lei nº 5.012/2006, inscrita sob o CNPJ n.º 74.145.392/0001-13, cuja finalidade é desenvolver a política cultural em todas as manifestações, tem como objetivo a Preservação do Patrimônio Histórico Artístico, bem como o desenvolvimento da Política Cultural, além da execução de programas e projetos de natureza cultural do Município, pasta ocupada pelo Professor e Artista Plástico: JOÃO ORLANDO CRUVINEL DE LIMA.

A Fundação Municipal de Cultura agrega a Escola de Música “Duca,” a  Orquestra Municipal de Violeiros e Sanfoneiros, Banda Municipal “Filadelfo Jorge da Silva”, a Banda Marcial de Rio Verde e a Biblioteca Municipal “Rosulino Campos”.
 
A Fundação Municipal de Cultura serve de palco para eventos culturais em todos os seguimentos da arte: (shows, exposições de obras, lançamento de livros), dentre outros.
 
O Sobrado “Major Frederico Gonzaga Jayme” situa também a ARLAO – Academia Rio-Verdense de Letras, Artes e Ofícios e Museu Histórico de Rio Verde.
 
PALÁCIO DA INTENDÊNCIA   ESCOLA DE MÚSICA “DUCA”
 
O Palácio da Intendência, localizado na Rua Senador Martins Borges esq. com Paulo Finolth, s/ nº –  Setor Central, nesta cidade, foi construído por volta de 1885. Serviu como Fórum, Sede da Independência e Cadeia Pública, onde ficaram presos ilustres como Pedro Ludovico Teixeira. Tombado em 14 de junho de 1984.
Hoje abriga a Escola de Música “Duca” que oferece cursos gratuitos de artes plásticas, violão, teclado, canto, bateria, artes cênicas, dança, mágica, percussão e capoeira.
Posteriormente estes cursos serão estendidos a outros setores da cidade.
 
BANDA MUNICIPAL “FILADELFO JORGE DA SILVA”
 
A Banda Municipal “Filadelfo Jorge da Silva”, com 115 anos de existência, foi fundada em 1893, pelo músico, compositor e maestro Manoel Veruna. Naquela época a pequena  Rio Verde não tinha iluminação e a banda se apresentava no coreto,  à luz de lampião, que encantava os rio-verdenses. Era composta pelos músicos: Cristiano Arantes, Francisco Cabral, Filadelfo Jorge da Silva e outros.
A Banda teve períodos de esquecimento, passou por vários dirigentes. Mas a partir de 1924, “Filadelfo Jorge da Silva” assumiu sua direção e a consolidou.
 
Em 1989, houve uma reestruturação da Banda Municipal e em 2004, através do PRONAC, a Banda Municipal foi contemplada com reformas e aquisições de novos instrumentos.
 
Através da Lei n..º 5012 de 2005, a Banda Municipal passou a fazer parte integrante da Fundação Municipal de Cultura, presidida pelo Professor e Artista Plástico:  JOÃO ORLANDO CRUVINEL DE LIMA.
 
No Governo de Dr. Juraci Martins de Oliveira, é composta por 45  músicos, um regente e um coordenador.
 
ORQUESTRA DE SANFONEIROS E VIOLEIROS DE RIO VERDE
 
A Orquestra de Violeiros e Sanfoneiros de Rio Verde foi criada pela Lei 4.259/2002, por meio do Programa de Apoio à Cultura, implantada pela Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Cultura. Mas pela Lei nº 5012 de 2005, integrou-se à Fundação Municipal de Cultura, hoje presidida pelo Professor e Artista Plástico: JOÃO ORLANDO CRUVINEL DE LIMA.
 
A Orquestra de Violeiros e Sanfoneiros de Rio Verde representa importante patrimônio musical e instrumental, por meio de violão, viola e acordeom, cultivando o resgate da música sertaneja raiz.
A Orquestra tem uma história de conquistas relevantes: em 2006, gravou seu primeiro CD contendo em seu repertório as músicas: A sementinha; Berrante de ouro; Boiadeiro errante; Cabloca Tereza; Caminheiro; Coração da pátria; Cuitelinho; Depois que a rosa mudou; Do mundo nada se leva; Luar do sertão; Mágoa de boiadeiro; Moreninha linda; Meu velho pai; Saudade da minha terra; Valsa das mães e Saudade. Em 2006 e 2008, ganhou o prêmio Destaque do Ano, conferido pela Revista Brasil Oeste.
Conta atualmente com 33 componentes. No Governo de Dr. Juraci Martins de Oliveira, a Orquestra de Violeiros e Sanfoneiros de Rio Verde alcançou alto prestígio e admiração junto à população rio-verdense e demais cidades onde leva seu repertório, estando sempre com a agenda lotada de eventos.
 
BANDA MARCIAL DE RIO VERDE
 
A Banda Marcial de Rio Verde foi fundada em 2006, uma parceria do Município com a Escola Estadual “Oscar Ribeiro da Cunha”. Tem como finalidade a inserção social de crianças, adolescentes, jovens e adultos, visando trabalhar o senso crítico, a disciplina, o respeito mútuo, a coordenação motora, a expressão corporal, além de introduzir noções de cidadania.A Banda Marcial de Rio Verde é formada por: corpo musical, comissão de frente e alunos.
 
Na Gestão Dr. Juraci Martins de Oliveira, fica sob a responsabilidade da Fundação Municipal de Cultura, presidida pelo Professor e Artista Plástico: JOÃO ORLANDO CRUVINEL DE LIMA.
Atualmente a Banda Marcial de Rio Verde foi transferida para a Escola Municipal “Profª Selva Campos Monteiro”, uma parceria da Fundação Municipal de Cultura com a Secretaria Municipal de Educação.
 
BIBLIOTECA MUNICIPAL “ROSULINO CAMPOS”
 
A Biblioteca Municipal “Rosulino Campos”, situada na Rua São Sebastião, n° 500 – Setor Central, nesta cidade, foi fundada em 03 de outubro de 1984, pela Lei nº 1950 e encontra-se registrada no Instituto Nacional do Livro sob o nº 12.277.
 
Na época de sua implantação, funcionava em uma sala do Prédio Administrativo da Prefeitura, contava com apenas dois mil e setecentos livros, adquiridos em campanhas com a comunidade.
 
Com o passar dos anos, e para atender à demanda dos leitores, a pequena sala já não comportava o acervo adquirido e foi utilizado o Espaço Bibliotecário da FESURV – Faculdade de Filosofia, prédio da Casa de Cultura “Dalila Jayme Martins”, local onde funciona até hoje.
 
Atualmente conta com um acervo aproximado de doze mil livros de Literatura Geral, Brasileira, Infantil, Infanto-Juvenil, Pesquisa e Periódicos, tem cerca de 14.656 leitores cadastrados e uma média mensal de quatro mil usuários.
 
Pela Lei nº. 5021/2005, passou-se a órgão integrante da Fundação Municipal de Cultura, hoje presidida pelo Professor e Artista Plástico: JOÃO ORLANDO CRUVINEL DE LIMA e possui três extensões nos Distritos de Ouroana, Riverlândia e Lagoa do Bauzinho. Recebe doações de livros da comunidade, numa média de 20 livros por mês.
 
Tem expediente de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, sem intervalo de almoço. Para cadastrar-se como leitor, o interessado precisa apresentar: uma foto 3x4, fotocópias da Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento (Casamento) e comprovante de endereço.  

 

  

 

 

 
 
 
 

© 2013 Prefeitura de Rio Verde - Goias . Todos os direitos reservados.